OS SILOGISMOS


Um Tomate!!!
















O Silogismo

O silogismo é uma forma de inferência mediata, ou raciocínio dedutivo. São duas as espécies de silogismos que estudaremos aqui, que recebem a sua designação do tipo de juízo ou proposição que forma a primeira premissa.



A Estrutura e a Matéria do Silogismo

Todo o silogismo é formado por três e só três proposições. Tais proposições designam-se:

A) Premissa Maior - aquela que tem o termo maior;
B) Premissa Menor - aquela que tem o termo menor;
C) Conclusão - aquela que articula o termo menor com o termo maior;

Recorrendo ao exemplo clássico:

Assim o termo maior (P) é assim designado porque é aquele que tem maior extensão. O cupa sempre o lugar de predicado na conclusão. No exemplo dado, mortal tem mais extensão do que homem e do que Sócrates.

O termo menor (S) é aquele que tem menos extensão. Ocupa sempre o lugar de sujeito na conclusão. No exemplo dado, termo menor é Sócrates, cuja extensão é obviamente menor do que homem e do que mortal

O termo médio (M) é o intermediário entre o termo maior e o termo menor. É ele que permite a passagem das premissas à conclusão porque possibilita estabelecer uma dada relação entre S e P. Este termo figura nas duas premissas mas nunca pode entrar na conclusão. No exemplo dado, o termo médio só pode ser homem, cuja extensão é maior que Sócrates mas menor que mortal. Recorrendo ao modo de representação gráfica, podemos visualizar assim o exemplo dado:








Regras do silogismo

São em número de oito. Quatro referem-se aos termos e as outras quatro às premissas.

Regras dos Termos

1. O Silogismo tem três termos e só três termos: maior, menor e médio.

2. Nenhum termo pode ter maior extensão na conclusão do que nas premissas.

3. O termo médio nunca pode entrar na conclusão.

4. O termo médio deve ser tomado universalmente numa das premissas pelo menos uma vez.

Regras das Premissas

5. Nada se pode concluir de duas premissas negativas

6. De duas premissas afirmativas não se pode tirar uma conclusão negativa.

7. De duas premissas particulares nada se pode concluir.

8.A conclusão segue sempre a parte mais fraca.







Figuras e Modos do Silogismo

Existem silogismos diferentes, não apenas em relação às proposições concretas que os formam, mas igualmente em relação à quantidade e qualidade dessas proposições e à maneira como o termo médio nelas se apresenta. Assim, num primeiro silogismo podemos ter uma proposição universal negativa (E), uma universal afirmativa (A) e mais uma universal negativa (E); no segundo, poderemos ter a sequência E, I, O; e num terceiro, A, A, I. Quanto à posição do termo médio, verificamos que no primeiro silogismo ele é sujeito na premissa maior e predicado na premissa menor; no segundo, é predicado em ambas as premissas; e no terceiro silogismo é sujeito também tanto na maior como na menor. Fazendo variar todos estes factores de todas as maneiras possíveis obteremos provavelmente uma soma assustadora de silogismos diferentes.

Figura do Silogismo

Existem quatro figuras possíveis definidas pelo papel que o termo médio desempenha nas duas premissas: 1) O termo médio é sujeito na premissa maior e predicado na premissa menor, 2) O termo médio é predicado na premissa maior e predicado na premissa menor, 3) O termo médio é sujeito na premissa maior e sujeito na premissa menor e 4)O termo médio é predicado na premissa maior e sujeito na premissa menor.

Modo do Silogismo

Os modos do silogismo dependem da forma como se conbinam a quantidade e a qualidade (A, E, I e O) das três proposições que formam qualquer silogismo. Os modos são 64 mas só 19 são válidos. Aqui ficam, por mera curiosidade os 19 modos válidos do silogismo:





Classificação dos Silogismos

Podemos classificar os silogismos em Categóricos e Hipotéticos. Os categóricos podem ser regulares e irregulares e os hipotéticos podes ser condicionais, disjuntivos, conjuntivos e dilema. aqui iremos só tratar os Silogismos Categóricos regulares. Eis um exemplo:

O silogismo categórico é composto por três proposições: a premissa maior - "Os homens são mortais" - a premissa menor - "Os franceses são homens" - e uma conclusão - "Logo os franceses são mortais".

Por outro lado, nas três proposições entram unicamente três termos: "mortais", "homens" e "franceses". O termo médio (M) entra nas premissas mas não na conclusão. O termo maior (P), situa-se na primeira premissa, premissa maior; e o termo menor (S), situa-se na segunda premissa ou premissa menor.


Voltar